Alegres, Jubilai! 35 Anos de Mulheres no Ministério com Ordenação na IECLB

10/11/2017

                     Pastora Edna Moga

ALEGRES, JUBILAI!
35 ANOS DE MULHERES NO MINISTÉRIO COM ORDENAÇÃO NA IECLB
12.11.1982 – 12.11.2017

2017 é um ano particularmente marcante para a IECLB. Além de comemorar o Jubileu de 500 anos da Reforma Protestante, a IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil celebra os 35 anos de atuação de mulheres no Ministério com Ordenação. Em 12 de novembro de 1982, Edna Moga Ramminger era ordenada a primeira mulher na IECLB para atuar como Pastora.

Entre a primeira mulher a matricular-se na Faculdade de Teologia (Eva Wysk - 1952), a primeira mulher a se formar bacharel em teologia (Elisabeth Dietschi – 1970) e a primeira mulher a ser ordenada (Edna Ramminger – 1982) passaram-se 30 anos. Nesse período, algumas mulheres desistiram e outras tantas assumiram funções pastorais na condição de voluntárias. Catequistas, Missionárias, Diáconas e Diaconisas foram ordenadas somente a partir de 1994, a partir da aprovação do Ministério Compartilhado. Antes disso, as Diaconisas já recebiam uma “bênção ao Ministério”, chamada de consagração. Certamente essa prática contribuiu decisivamente para a posterior ordenação de mulheres.

Atualmente, a IECLB conta com um quadro de 1.224 Ministros e Ministras, sendo que 230 são Pastoras, 52 Catequistas, 62 Diáconas, 47 Diaconisas e 16 Missionárias.

Como Igreja sempre em Reforma, a história da IECLB em relação à ordenação de mulheres apresenta mudanças, avanços e desafios. Por isso, dentro das comemorações dos 500 anos da Reforma, pontuar como IECLB o caráter inclusivo do Ministério com Ordenação é necessário e salutar. É resultado de convicção bíblica! É coerência com a vontade do Criador, pois Ele criou homem e mulher, mulher e homem, ambos à Sua imagem.

Na IECLB, a ordenação de mulheres não é uma questão periférica. Trata-se de uma questão teológica, de uma concepção de Ministério, de um modo de ser Igreja. Trata-se de corresponder ao espírito da Bíblia e de fazer jus ao Evangelho em seu todo.

Nessa perspectiva, a IECLB, em conjunto com a FLM – Federação Luterana Mundial, reafirma que a ordenação de mulheres é um chamado e não um direito adquirido. Deus chama homens e mulheres para participarem no exercício do Ministério com Ordenação na IECLB, dentro do sacerdócio geral, a serviço da Missão de Deus, com liberdade, alegria e gratidão.

Parabéns, mulheres ordenadas, na IECLB e em todo o povo de Deus!

Carmen Michel Siegle                                                                      Dr. Nestor Paulo Friedrich
Pastora, Coordenadora de Gênero, Gerações e Etnias          Pastor Presidente

REDE DE RECURSOS
+
Se cada um servisse a seu próximo, o mundo inteiro estaria repleto de culto a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br