Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Pastor holandês elogia a fé de família de refugiados armênios

A família passou 97 dias no interior de uma Igreja Luterana até que tivesse garantido o direito de permanecer na Holanda.

05/02/2019

( (LWI) - O Presidente da Igreja Protestante na Holanda (IPH) elogiou a fé de uma família armênia que se refugiou dentro de uma igreja holandesa e passou mais de três meses esperando que seu pedido de asilo fosse concedido.

A família Tamrazyan chegou à Holanda vinda da Armênia há nove anos e pediu o chamado kinderpardon, (tradução literal, ´perdão para as crianças´) que permite que famílias com crianças permaneçam no país. Quando os apelos acabaram e a deportação parecia iminente, os pais e seus três filhos, de 21, 19 e 15 anos, tiraram vantagem de uma lei medieval que proíbe as autoridades de imigração de entrar em uma igreja se um culto ou serviço está em andamento.

Apoiados por seus líderes da igreja, pastores e voluntários da pequena Capela de Betel, localizada em um distrito residencial tranquilo de Haia, deram boas-vindas à família e organizaram um roteiro contínuo de cultos que duraram 97 dias. Mais de 650 pastores, padres e pregadores de diferentes igrejas e denominações de toda a Holanda lideraram os cultos que receberam atenção da mídia mundial e foram assistidos por mais de 12.000 visitantes.

No final de janeiro, o governo holandês concordou em conceder direitos de residência para a família além de rever os casos de 700 outras crianças atualmente ameaçadas de deportação. A maioria dessas famílias também deve permanecer no país.

O chamado bíblico para amar a Deus acima de tudo, e amar o próximo como a si mesmo, é fundamental para a igreja protestante em sua posição de encontrar uma solução humana para a questão dos refugiados.” - Rev. Dr. Renè de Reuver, Presidente da Igreja Protestante na Holanda (IPH).

O Pastor Dr. Renè de Reuver, Presidente da IPH, membro da Federação Luterana Mundial (FLM), agradeceu à família Tamrazyan “pelo que eles nos deram”. Ele presidiu o último culto e disse estar aliviado com o acordo alcançado com o Governo, mas prometeu continuar lutando pelos direitos e e pela dignidade de todos os refugiados. “O chamado bíblico para amar a Deus acima de tudo e amar o próximo como a si mesmo é fundamental para que a Igreja Protestante, em sua posição, na busca de uma solução humana para a questão dos refugiados”, disse ele.

O cristianismo criou raízes na Armênia no primeiro século da era cristã e em 301DC tornou-se o primeiro país a adotar a fé cristã como religião do Estado.

Antes de sair da Capela Betel, Hayarpi Tamrazyan, a filha mais velha que estuda na Universidade de Tilburg, na Holanda, escreveu um poema sobre a provação da família, e concluiu com estas palavras:

Há paz em Betel na Casa de Deus
Há luz na escuridão
Há esperança nos olhos
Há muito amor
Como um presente
Da presença de Deus aqui
E há segurança
Nesta casa de Deus, Betel,
Nós estamos seguros
Seguros nos braços de Jesus.

Com a colaboração de Praxedis Bouwman, editado pela FLM Comunicações.
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Antes da criação do mundo, Deus já nos havia escolhido para sermos dele por meio da nossa união com Cristo, a fim de pertencermos somente a Deus e nos apresentarmos diante dele sem culpa.
Efésios 1.4
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
2Reis 19.15
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br