Suporte normativo da IECLB


ID: 2689

Ordem do Culto

Suporte normativo

Liturgia é o conjunto de elementos e formas utilizados para a efetiva realização do culto. Ela está dividida em quatro partes: Liturgia de Entrada, Liturgia da Palavra, Liturgia da Ceia do Senhor e Liturgia de Saída.

A liturgia, com seus elementos e suas partes, forma um conjunto, segue uma lógica, com início, meio e fim, onde cada elemento desempenha função específica a partir do seu significado. Respeitados seu significado e sua função na ordem, que tem lógica interna, cada elemento e cada parte litúrgicos podem ser moldados criativamente.

Respeitados seu significado e sua função no ordo, que tem um lógica interna, cada elemento e cada parte litúrgicos podem ser moldados criativamente. Especialmente da moldagem – mais, ou menos, expressiva e extensa – vai depender a duração do culto.

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) aprovou no XXII Concílio da Igreja, em outubro de 2000, em Chapada dos Guimarães, MT, a seguinte ordem de culto:


Liturgia de abertura
• Acolhida
• Cântico de entrada
• Saudação (apostólica ou trinitária)
• Confissão de pecados (de várias formas)
• Kyrie Eleison (lamento pelas dores do mundo)
• Glória in excelsis (louvor)
• Oração do dia

Liturgia da palavra
• Leituras bíblicas (Lecionário)
• Cânticos intermediários
• Pregação (interpretação)
• Confissão de fé
• Comunicações (que implicam a oração da Igreja)
• Oração de intercessão

Liturgia da eucaristia
• Preparo da mesa e ofertório (levar elementos da Ceia e recolher as ofertas)
• Oração do ofertório
• Oração Eucarística
• Pai-Nosso
• Gesto da paz
• Fração
• Cordeiro de Deus
• Comunhão
• Oração pós-comunhão

Liturgia de despedida
• Avisos comunitários
• Benção
• Envio


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Meu Deus e meu Rei, eu anunciarei a tua grandeza e sempre serei grato a ti. Todos os dias, te darei graças e sempre te louvarei.
Salmo 145.1-2
REDE DE RECURSOS
+
É necessário pregar com o objetivo de que seja promovida a fé Nele, para que Ele não seja apenas o Cristo, mas seja o Cristo para ti e para mim e para que Ele opere em nós o que Dele se diz e como Ele é denominado.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br