Culto e Liturgia


ID: 2653

Livro de Culto

Apresentação
Por que nos reunimos em culto? Confiamos na promessa de Jesus Cristo de estar presente onde duas ou três pessoas estão reunidas em seu nome (Mt 18.20). O Espírito Santo fortalece a comunhão no encontro com outras pessoas (cf. Ef 4.3-4). Faz-nos sair do isolamento. Confronta-nos com a palavra de Deus, fazendo- nos conhecer sua vontade. Pelo sacramento do santo batismo certifica-nos de sua aliança. Pelo sacramento da ceia do Senhor une-nos no mistério do corpo de Cristo, fortalecendo- nos para a missão de servir a Deus e ao próximo (cf. Nossa Fé - Nossa Vida: Guia da vida comunitária na IECLB).

Ao editar o seu Livro de Culto, a IECLB coloca um sinal concreto da importância do culto comunitário.
Não seríamos Igreja sem o culto. O culto é seu centro vital. Somente continuaremos sendo Igreja à medida que o culto for permanentemente a estação de chegada e de nova saída na nossa peregrinação como povo de Deus.

A IECLB se ressentia gravemente da falta deste material. O material antigo já não era adequado aos novos tempos e à nossa própria trajetória como Igreja. Consequentemente muitas têm sido as improvisações. Mas também houve o lado positivo dessa situação. Há mais de duas décadas estamos refletindo intensivamente sobre o culto comunitário.

Com impulsos de dentro e de fora da Igreja, auscultando nossa base confessional e recebendo contribuições ecumênicas, buscamos renovar a liturgia a partir das principais tradições litúrgicas que ajudaram a fazer a nossa história evangélica de confissão luterana no Brasil. Foram produzidos textos e ensaiadas experiências litúrgicas inovadoras.

Inquietava a pergunta sobre como avançar, renovando, fazendo com que o culto corresponda às expectativas das pessoas da nossa época, sem, no entanto, negar práticas da tradição, válidas para todas as épocas. Sentia-se a necessidade de entender e de promover a liturgia como impulsionadora da unidade da Igreja a partir da sua confessionalidade.

Ao mesmo tempo, entendia-se que chegara a hora de dizer com mais clareza o que entendemos por culto e o que cabe fazer quando a comunidade se reúne, ouvindo o chamado de Deus para o culto. Afinal, a liturgia e o culto ajudam a definir os traços principais do rosto de uma Igreja.

Incumbido pelo Concílio Geral da IECLB, no ano de 2000, o Conselho de Liturgia promoveu e coordenou um mutirão que reuniu e criou os textos deste livro. A todas essas pessoas o muito obrigado. Obviamente, o livro não substitui o indispensável preparo para o culto, mas lhe serve de apoio e orientação. Com sua ampla gama de recursos litúrgicos, o conjunto destas páginas define nossa concepção de culto e serve como instrumento no preparo da liturgia do encontro entre Deus e sua comunidade.

Que este Livro de Culto cumpra sua finalidade de ser um valioso apoio e auxílio para que o culto na IECLB seja teologicamente consistente, promova a unidade, seja alegre e participativo, acolha as pessoas com suas perguntas existenciais e ajude-as a sentirem-se envoltas pelo abraço de Deus, animando- as a dar testemunho de Cristo pelos caminhos da esperança.

Porto Alegre, 31 de outubro de 2003, Dia da Reforma.
Walter Altmann
Pastor Presidente (2002 a 2010)
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A fé não pode aderir ou agarrar-se a qualquer coisa que tem valor nesta vida, mas rompe os seus limites e se agarra ao que se encontra acima e fora desta vida, ao próprio Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
A misericórdia de Deus é como o céu, que permanece sempre firme sobre nós. Sob este teto, estamos seguros, onde quer que nos encontremos.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br