Deus chama a gente prum momento novo!

13/01/2018

1 Samuel 3.1-20
(João 1.43-51)

OUÇA O PODCAST NA RÁDIOWEB lUTERANOSUAI - https://www.spreaker.com/user/luteranos-uai

Prezada Comunidade:
Samuel nasceu quando sua mãe Ana já tinha uma certa idade. Naquele tempo, uma mulher só tinha uma função na vida: gerar filhos. E Ana parecia estéril. Ela queria muito engravidar, mas não tinha jeito. As outras mulheres debochavam dela e por isso Ana ficava muito deprimida. Os anos se passavam e ela continuava pedindo que Deus lhe desse um filho. E assim aconteceu. Certo dia ela se sentiu grávida. O filho foi chamado de Samuel (Deus escuta ou por causa de Deus). Ana havia prometido que Samuel seria dedicado a Deus. Ela iria levar o menino ao templo e deixa-lo lá para servir a Deus. Ana faria isso depois que o menino fosse desmamado. Esse período levou alguns anos, até que um dia Ana levou o menino Samuel para o templo e o deixou lá. Ela o entregou ao sacerdote Eli. Entre as tarefas diárias do menino Samuel estava acender – todas as noites - a lâmpada de óleo junto a arca da aliança e na manhã seguinte – apagar a lâmpada.
O sacerdote Eli era um homem bom, mas os seus filhos que também se tornaram sacerdotes eram corruptos. Estava escrito no livro da Lei que os sacerdotes podiam se alimentar com a carne sacrificada. Para isso, eles deveriam enfiar o garfo na panela e sem olhar ficar com a carne que presa no garfo. Mas os filhos de Eli, já escolhiam para si a melhor carne (o filé mingnon) antes de ser colocada na panela. Eles comiam do bom e do melhor (2.15.17). Além disso aceitavam subornos e ficaram ricos, O pai Eli quer corrigir os seus filhos, mas eles não o escutam. O pai pede a ajuda de Deus, mas parece que Deus se cala. E os filhos se tornam ainda mais perversos.
O jovem Samuel dorme no chão perto da lâmpada que ele precisa acender nas noites e apagar todas as manhas. Ao escutar uma voz lhe chamando, ele vai diretamente ao quarto do sacerdote Eli, mas lá descobre que Eli não o chamou. Isso se repete várias noites seguidas. O sacerdote Eli então compreende que é Deus que está chamando o jovem Samuel e por isso lhe recomenda: Dá próxima vez que você ouvir aquela voz te chamar diga: Fala, ó Senhor, pois teu servo está escutando!(v.9). E assim aconteceu. Ele escutou a voz outra vez e naquela noite ele respondeu: Fala, ó Senhor, pois teu servo está escutando!(v.10)
Mas o que Deus queria dizer a Samuel?
Deus diz a Samuel que ele cansou de ficar calado, esperando que os filhos do sacerdote Eli se regenerassem. Que agora não tem mais jeito. Deus se cansou e por isso os filhos do sacerdote Eli serão castigados. Deus vai começar um novo tempo. Deus vai preparar o jovem Samuel para ser o futuro sacerdote.
Esse texto vem relacionado com o Evangelho de João 1.43-51 onde Jesus chama pessoas para serem seus discípulos. Esse chamado de Jesus significa uma mudança de vida para o Felipe, o Natanael e todos os outros discípulos.
Mudanças sempre causam apreensão. Mesmo quando a situação que vivemos não é boa, mesmo assim arriscar o novo, o diferente, nos assusta. Muitas pessoas preferem aguentar do jeito que está – mesmo que seja algo ruim – do que arriscar o novo. Melhor pedir a Deus que mude o que está ruim, do que tomar a própria decisão. Nesse momento muitas pessoas ficam angustiadas porque parece que Deus se cala. As coisas não melhoram, porque as pessoas não querem melhorar. São como os filhos do sacerdote Eli. Quem está se dando bem, não quer mudar. E quem está se dando mal, fica com medo de mudar. E assim o ciclo da violência continua. A gente acha que se mudar, vai ficar pior. Por isso, o melhor é aguentar do jeito que está.
Os dois textos bíblicos de hoje nos falam do chamado de Deus para o novo. Nós dizemos- Ano novo, Vida nova. Às vezes, para que aconteça algo novo precisamos deixar para trás o velho. Diante das situações difíceis de nossa vida a fé nos aconselha: aguenta!, tenha confiança! Tenha paciência! E isso está correto. As dificuldades são parte da vida e muitas vezes elas são enviadas por Deus para nos fortalecer. As coisas nem sempre dão certo. Assim é a vida.
Mas, algumas vezes Deus também nos parece dizer: Já não adianta mais esperar por mudança. Já é hora de abandonar essa situação e começar algo novo. Foi assim que muitas mulheres saíram do ciclo da violência familiar. Foi assim que muitos jovens encontraram o seu rumo na vida. Eles aceitaram o chamado para viver algo novo. Foi assim que muitas pessoas re-encontraram alegria na vida, porque foram capazes de virar a página.
É claro que começar algo novo exige muita paciência, muita perseverança. O novo nem sempre é sinônimo de sucesso imediato. Novo caminho vai se fazendo ao caminhar. Mas vocês já devem ter ouvido a frase: Não há vitória, sem luta. Por isso, não te assustes, ainda. O futuro vem de forma lenta, o futuro se constrói devagar.
Faz poucas semanas nós ouvíamos a mensagem dos anjos para Maria, para José e aos pastores dizendo: Não tenham medo. A Bíblia diz para nós 365 vezes, não tenham medo. Não importa o que você tenha que enfrentar neste dia. A Palavra de Deus quer lhe encher de coragem e fé. A segunda mensagem que os anjos nos trouxeram foi de alegria. Os anjos cantam de alegria. É isto que o encontro com o Senhor Jesus promove, alegria plena, mesmo nas situações mais difíceis. Por isso, que a alegria anunciada invada nossos corações trazendo paz e harmonia, trazendo esperança e luz para a caminhada.

Martim Lutero escreveu que tem mais uma coisa importante nessa frase: Não tenham medo. Essa outra coisa importante é o destinatário dessa frase. Para quem ele é dita? Os anjos não estão falando para paus ou pedras? Não! Eles falam com pessoas, e não só com uma ou duas, mas com todo o povo.
Mario Benedetti, o poeta uruguaio
No te rindas, aun estas a tiempo
de alcanzar y comenzar de nuevo,
aceptar tus sombras, enterrar tus miedos,
liberar el lastre, retomar el vuelo.

No te rindas que la vida es eso,
continuar el viaje,
perseguir tus sueños,
destrabar el tiempo,
correr los escombros y destapar el cielo.

No te rindas, por favor no cedas,
aunque el frio queme,
aunque el miedo muerda,
aunque el sol se esconda y se calle el viento,
aun hay fuego en tu alma,
aun hay vida en tus sueños,
porque la vida es tuya y tuyo tambien el deseo,
porque lo has querido y porque te quiero.

Porque existe el vino y el amor, es cierto,
porque no hay heridas que no cure el tiempo,
abrir las puertas quitar los cerrojos,
abandonar las murallas que te protegieron.

Vivir la vida y aceptar el reto,
recuperar la risa, ensayar el canto,
bajar la guardia y extender las manos,
desplegar las alas e intentar de nuevo,
celebrar la vida y retomar los cielos,

No te rindas por favor no cedas,
aunque el frio queme,
aunque el miedo muerda,
aunque el sol se ponga y se calle el viento,
aun hay fuego en tu alma,
aun hay vida en tus sueños,
porque cada dia es un comienzo,
porque esta es la hora y el mejor momento,
porque no estas solo.

Portanto, a palavra de Deus vem para nós hoje como um chamado. Ano novo, vida nova. E não esqueçamos: Não há vitória, sem luta. Por isso, não te assustes, ... ainda. O futuro vem de forma lenta, o futuro se constrói devagar. Tenha confiança e continua tua jornada na construção de teu futuro.
Amém. 
 


Autor(a): Nilton Giese
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Belo Horizonte (MG)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Comunicação / Nível: Comunicação - Programas de Rádio
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Testamento: Antigo / Livro: Samuel I / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 20
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 45614
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Importa, acima de tudo, que homem e mulher convivam em amor e concórdia, para que um queira ao outro de coração e com fidelidade integral.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br